10 de novembro de 2008

Clementina


Faz algum tempo que estava muito, muito querendo uma máquina de costura.

Essa vontade começou quando peguei, pela primeira vez, há uns 2 anos a máquina da minha sogra emprestada.

Meu marido foi, no mínimo, umas 4 vezes para os E.U.A., no último ano, e não e me trouxe uma máquina, “por causa do tamanho e peso”.

Acontece que minha vontade não passou e agora grávida e “enjoada” do tricô minhas mãos imploravam algo para fazer. Então queria uma máquina de aniversário, só que por aqui as máquinas são outro preço e não deu para compramos. Pensei então numa usada, dei uma olhada no mercado livre e elas custavam o mesmo que uma nova, simples, mas nova.

Desisti da idéia, por um tempo e pedi a da minha sogra emprestada de novo e como ela é um amor, me emprestou.

Comecei toda feliz a costurar as coisas da Chloe, minha baby que chega no fim de janeiro, até que uma semana depois, o suporte da bobina quebrou, bem quando eu estava a todo vapor. Xinguei a máquina e fiquei preocupada de não achar, por aqui, o tal suporte.

Liguei para sogra e no dia seguinte fomos atrás de uma loja que vendesse a peça. Procuramos bastante, mas acreditem todas as lojas que conhecíamos haviam fechado. Recorri a internet e achei essa loja aqui. Fomos até lá e quando entrei vi todas aquelas máquinas novas e usadas meus olhos brilharam, mas imaginei que custassem o mesmo que nos outros lugares, e como não custa nada perguntar, eu perguntei:

_ “ Moço quanto custa uma máquina usada?” e aí a música surgiu:

_“ A mais barata custa R$185,00” .

Ele quase nem terminou a frase e eu falei :

_“ Me mostra”.

Foi então que fui apresenta a Clementina. Ela é igual a da minha sogra, só não tem a luz atrás e é marrom ao invés de verde. Além disso ela á toda revisada e tem 6 meses de garantia.

Havia também a opção de uma Singer nova por R$280,00, elas custam esse preço pois são mostruário das casas Bahia.

O que eu mais gostei nisso tudo foi o atendimento. Eu compraria uma nova, mas o vendedor foi bem sincero quando eu perguntei a diferença entre elas além da “idade”, e ele falou que a nova estava dando muitos problemas era a que ele mais consertava, realmente, era a máquina que mais tinha lá para consertar. Então fiquei com a panela velha e ela tem feito uma ótima comida.


Ah!! O suporte de bobina da máquina da sogra custava só R$ 5,80, graças ao Bom Deus.


Origem do nome: Adoro dar nome as coisas e logo que decidi pela máquina falei que tinha que pensar em um nome para ela, aí meu filho de quase 4 falou que ele escolheria o nome e em um minuto surgiu: “ Clementina”. E eu achei perfeito!

Logo que cheguei em casa e fui testar a máquina meu filho disse:

_“Fala baixo Clementina!” e esse é o único defeitinho dela, mas para mim, isso é música. Estou apaixonada!




Two years ago, I borrowed my mother-in-law’s sewing machine and started “trying” to make simple little things. So, I´ve decided I needed one of my own.

Last year, my husband travelled to U.S., at least, 4 times and he hasn´t brought me one sewing machine; “Because, it´s too heavy and big”, though it’s cheaper, and I mean really cheaper, there.

I need a lot of things to my new baby, and as I am “sick” of knitting, while pregnant, my “creativity desire” has landed on sewing. So, as a birthday present I asked for a sewing machine. But guess what, here they are too expensive, so, I looked for a used one and they were the same price.

Then I gave up the idea and asked my sweet mother-in-law, hers, borrowed again.

I was very happy, trying to sew my baby’s stuff when in one beautiful afternoon, a noise and a broken bobbin case.

As I didn’t know where to buy a bobbin case over here, what let me very upset, I called my mother-in-law and asked for help.

The following day we started looking for some places she used to know, although, they all had been shut down.

Next step; internet searching, of course, and I’ve found this place.

When we got there, I saw a lot o new and used machines and a little hope of getting one of my own came into my heart.

After getting the bobbin case to my mother-in-law I met Clementina, yes, my new old sewing machine. There were some brand new ones, but the salesman was very nice to tell me the new ones were not so good as Clementina.

In the shop there were a lot of new machines to fix. So, I decided to buy an “elder”. She is perfect for me.


Why the name!? – I love to name things, so I´ve said my son, who is almost 4, that I needed a name to my new sewing machine and a few minutes later he came up with “ Clementina”.

When I first turned her on, at home, he said: “ Speak low, Clementina!”.


Beijinhos

Ana

12 comentários:

Irma Andréia disse...

Adorei conhecer a Clementina. A minha se chama Zigfrida, e tambem comprei usada, por R$ 150,00. Mandei pro conserto umas duas vezes, em 2 anos. Digamos que os valores de revisão, ela ainda não chegou nos 200,00... Esses dias meu marido quase comprou uma nova... mas resisti bravamente... essas novas tem muito "trequinho problemático" e a minha já ajuda tanto rs.
bjim

Irma

Elena disse...

Amei a chegada da Clementina ,vai ser ótimo contar para sua filha quando ela chegar ,alias ,o que está costurando ???beijão!!

Kátia Moreira disse...

Olá Ana Luisa,
Desejo muita sorte pra você e pra clementina. Espero que dessa parceria saia muito trabalhos maravilhosos.
Bjs Kátia Moreira

Marcia Quadrado disse...

Parabéns pela Clementina. O nome é guerreiro e com certeza ela também vai ser.
Bjs,
Marcia Quadrado

Nena disse...

Olá,Ana Luisa!
Que legal...eu também dou nome às coisas,até meus vasos de plantas têm nomes.
Desejo que vc e a Clementina façam uma longa caminhada juntas.
Um beijo,Nena

Feira das Máquinas disse...

Ana Luisa, boa tarde!

Viemos através deste agradecer a atenção ao nosso atendimento...
Estamos à disposição para quaisquer duvidas...

Cordialmente,

Equipe
Feira das Máquinas
Autorizado SINGER
F:(11)3611-6062/3611-6634

e-mail: feiradasmaquinas@uol.com.br
Endereço: Rua Belchior Carneiro, 33 – Lapa de Baixo – São Paulo – SP – CEP: 05068-050
(AO LADO DA ESTAÇÃO DE TREM DA LAPA DE BAIXO)

rachel disse...

Achei super bacana este post. Me encontro atualmente assim como vc. estava antes da sua Clementina. Quero comprar uma máquina e todos me dizem que as atuais não são lá estas coisas. Outro dia tinha uma costureira na loja e me aconselhou comprar uma descomplicada. Como anda Clementina? Está botando pra quebrar? Beijinhos!

Patricia disse...

Ai menina, eu to apanhando da minha manica...., sim, pq em dois dias já quebrei a agulah por duas vezes, não consigo achar a tensão dos pontos, na verdade sou uma xereta nata, e a minha ganhei de minha mãe, paguei 100,00 para consertar, pq ela estava encostada no fundo da casa, bom com sua estória e de mais algumas amigas blogueiras, to me encantando casa vez mais com a costura...
Beijos

Nile e Richard disse...

Olá querida.Que bom que comprou a sua máquina de costura.Agora pode fazer maravilhas.Se quizer molde de calcinha pagão e camizetinha para a baby me anisa ta?

Te desejo, neste novo ano tão especial,
Luz para enxergar o melhor caminho...
neste NOVO ANO que se inicia
Possamos caminhar mais e mais juntos...
Em busca de um mundo melhor, cheio de PAZ,
SAUDE, COMPREENSÃO e MUITO AMOR.
Sabedoria, para fazer as melhores escolhas...
Inteligência, para driblar as situações difíceis...
Força, para ultrapassar os obstáculos...
Um dia que nasce, um primeiro passo, um longo caminho,
Um desafio, uma oportunidade.
Feliz Ano Novo para voce e sua família.
bjtos Nile e Richard.

Du disse...

Voce fez uma ótima compra, eu tenho uma máquina igual a sua, há 32 anos e ela nunca apresentou defeito, basta voce comprar óleo HD e mante-la sempre untada, e para ter a luz basta pedir pra colocar.

Sunam Conceição disse...

A história da Clementina é muito bonita.Acho q a maioria das pessoas costumam por nome às coisas,eu tb faço isso,e como a minha foi minha irmã q me deu,o nome dela é Raquel,ela a viu na varanda da casa de uma amiga e depois de algumas perguntas,ela veio para minhas mãos,mandei consertar(na época paguei 45 Cruzeiros,na Singer)e até hoje ela mora comigo.Defeitos?...a lâmpada queimou,e a borracha q enche a bobina,coisas q eu mesmo comprei e coloquei no lugar.Raquel(irmã)hoje é saudade,mas a máquina continua me dando alegria.

LANE disse...

ANINHA,

JÁ CONHECIA A HISTÓRIA DA SUA MÁQUINA (SUA SOGRA ME CONTOU) MAS AINDA NÃO TINHA LIDO E CONHECIDO TODOS OS DETALHES.
BEM... GRAÇAS A VOCE E A SUA SOGRA,AGORA TAMBÉM TEREI A MINHA MAQUINA E VOCES FARÃO PARTE DA MINHA HISTÓRIA. COMO JÁ DISSE, NAO SEI COSTURAR, MAS SOU CURIOSA E GOSTO DE INVENTAR COISAS DIFERENTES PARA DISTRAIR E GANHAR UM DINHEIRINHO EXTRA .ACHO QUE VOU ME DAR BEM COM MINHA NOVA AQUISIÇÃO.NÃO VEJO A HORA DE COMEÇAR.MAIS UMA VEZ QUERO AGRADECER A VOCES DUAS.OBRIGADO.
BEIJOS. LANE